segunda-feira, março 23, 2009

Bloggers e terrorismo sem causa...

Como os leitores deste blog já devem ter reparado, nos últimos tempos tem-se assistido a um ataque por parte de um anónimo, que entre impropérios e meras parvoíces, denota, acima de tudo, um ódio cinéfilo visceral...
Esse anónimo, como qualquer terrorista que se preze, cria contas do blogger com utilizadores cujo acesso ao perfil é restrito, sofisticando assim os meios de que dispõe... O último laivo de criatividade da sua parte, foi criar uma conta com o mesmo username que o meu... Por isso, se virem um Ursdens a comentar qualquer coisa na blogosfera e se o mesmo pejar o seu discurso com uma série de ordinarices vulgares, podem imediatamente ficar com a certeza de que não sou eu...
(Uma leitura atenta dos comentários em que o mesmo assina como IKEA, será reveladora dos motivos que, a seu ver, justificam esta ofensiva no meu blog)
Não vou moderar os comentários, não penso que tal faça sentido. Tenho um problema, contudo, não visito o meu blog tantas vezes ao dia como o dito terrorista e passo mesmo dias sem o visitar, por vezes... Sendo assim, o máximo que poderei fazer é ir eliminando os comentários do tal indivíduo, pedindo desde já desculpas a quem quer que os veja, ainda que fugazmente...
Cumprimentos cinéfilos a todos os urbanos leitores deste espaço!

7 comentários:

toninho disse...

Foda-se! Que gente maluca.
Abraço!

A Gaja da Beira disse...

Onde isto chega... A verdadeira ciber-psicopatia.

Beijinhos e Saudades

pedro fiuza disse...

já sabes como são estas coisas... enfim...

Anónimo disse...

Bem, enfim.... Há gente que não deve dormir para poder chatear os outros... Ó rapazito (IKEA, ou lá o que quer que sejas...)! Cresce... e vai ler, escrever, passear, namorar... enfim, fazer qualquer coida de útil!
Deixa o cinema com os entendidos na matéria...

ikea disse...

Que resposta ridícula, ó anónimo!

UAU! Que engraçado. Se eu ando a fazer comentários difamatórios, logicamente, é porque não tenho namorada nem vida.

Eu deixo o cinema com os entendidos. Vocês é que não.

ikea disse...

Não é sem causa, meu caro Ursdens. eu só quero que venhas a perceber a besta que tu és.

Ainda não corrigiste o teu erro crasso no post do Frost/Nixon só para não me dar razão. Tu é que sabes! Também não é por isso que as pessoas vão deixar de te achar um atrasado mental.

Vejamos a tua crítica do The Fountain, por exemplo, onde tentas criticar pormenores técnicos do filme, só que depois não aprofundas.

Eu concordo contigo. O The Fountain é um cagalhão, mas tem uma excelente banda-sonora e direcção de fotografia.

Se a vassoura que enfiaste no rabo quando eras criança e que se espetou no teu cérebro faz com que vejas a fotografia e a música do The Fountain como medíocres, tenta, ao menos, justificar essa afirmação descabida.

Que raio de crítica é esta? "o Filme é mau, a música é má e a direcção de fotografia é má!" Aprofunda, sua besta!

Os críticos precisam aprofundar as suas opiniões. E não me respondas que não és crítico, e que és apenas um gajo humilde a emitir as suas opiniões, porque isso não te isenta do facto dos teus textos serem maus.

Ursdens disse...

Deixei o blog a saque durante uns dias, que é como quem diz, já cá não vinha desde que escrevi este texto... Coisas para fazer...

Toninho:

Maluca?!? Possa!!!

Gaja da Beira:

Olha, bom cliente para ti! eheh! Pode ser que arranje o contacto e o reencaminhe. ;) Saudades também, sexta feira aí estarei! :)

Fiúza:

Eh pá, muito francamente nunca pensei que estas coisas chegassem a pontos destes, mas olha, todos os dias se aprendem coisas novas.. Abraço!

IKEA/URSDENS "O HOMÓNIMO"/QUEM QUER QUE SEJAS:

Eu faço mea culpa pá... Os meus textos são maus, a minha escrita é pavorosa, as minhas críticas são horrendas e tudo o mais. Admito prontamente a besta que sou e até estou disposto a ir contigo ao Júlio de Matos numa amena tarde Primaveril em busca de uma cara metade que contigo se emparelhe... Vai aparecendo, poque tu és a luz deste blog! És o fio de prumo capaz de orientar a minha escrita, o meu pensamento e a minha visão global sobre o mundo! Enfim, ainda sem te conhecer, quase que por ti nutro uma paixão platónica! Quando olho para os teus escritos, construtivos por excelência, percebo porque estive errado toda a vida! Percebo finalmente o que é o cinema! Entendo toda a beleza de filmes como "Hulk" e "Spider man", todo aquele "savoir faire", toda aquela mestria, toda aquela densidade inócua que sempre me escapou ao olhar! Contigo as pipocas têm outro sabor, o som do telemóvel do espectador que o atende durante a projecção é melodia mágnifica que transporta o filme para um universal e maravihoso imaginário light! Em suma, obrigado por me ensinares a VER cinema com V grande! Essa leveza das coisas que sempre me escapou...

PS: As tuas fantasias sexuais não concretizadas e todas as pulsões que emergem do teu "animus" de gajo mal educado acabaram por ter que me obrigar a moderar comentários... Ou acabaram por ter que obrigar-me a moderar comentários... Ou acabaram-me por ter que obrigar a moderar comnetários... Ou o que quer que queiras, óh Edite Estrela da blogosfera boçal!