sexta-feira, outubro 06, 2006

Não tem havido tempo...

Já lá vai um tempinho desde que aqui não escrevo, não porque não tenha visto filmes, mas, na verdade, escrever crítica com regularidade dá muito mais trabalho do que pensava...
Sendo assim, prefiro ir escrevendo umas coisas, umas deambulações por aqui e por ali... Pode ser que, numa outra altura, com mais tempo e mais cabeça, escreva novamente crítica...

Não tenho visto muitos filmes, os afazeres não me deixam... Tenho visto filmezitos, alguns... Aqueles de domingo à tarde... Troias e Alexander's e afins... A propósito de Alexander, onde anda a cabeça do Oliver Stone?!?!? Vendeu-se?, tomou o mesmo caminho do Coppola e fritou? Não entendo, francamente?!...

Fui ver o "Les Amants Reguliers" ao King. Nunca tinha visto nada de Garrel "pós Nico"... Gostei de alguns pormenores, mas no geral achei o filme medíocre. Eram cinquenta ou sessenta tesouradas, uma hora de corte e o filme talvez valesse a pena... Marcante, só o plano em que acompanha o actor sempre de costas, focando as atenções no outro actor com quem este primeiro contracena. Parecia a reinvenção da ideia de Godard, vista entre outros em "Pedro o Louco", mas desta feita com um movimento de câmara caótico. A fotografia, essa sim, brilhante!


Vi o Straw Dogs. Imperdoável não é?, ainda não ter visto... Fiquei deslumbrado, cada vez sou mais doido por cinema da nova hollywood... Os americanos nunca fizeram nada que preste em termos de movimento, mas este cinema dos anos setenta..., ai que até me arrepio...
O filme é óptimo, crú, semelhante a "taxi driver" em muitos aspectos... E o Dustin Hoffman, notável!, para mim o melhor actor americano vivo!

Assim me despeço, vou dando notícias.

1 comentário:

Lua Obscura disse...

Dustin Hoffman e Al Pacino são, na minha opinião, verdadeiros mestres da interpretação.